oscar

Para Sempre Alice

Jovem, no auge da carreira e consagrada pela publicação de pilares da Linguística americana, Alice Howland (Julianne Moore) descobre ser portadora do Mal de Alzheimer. A segurança, obtida através de uma vida de conquistas, é substituída pelo medo constante do esquecer.

Ainda agarrando-se ao que resta da racionalidade, Alice tenta planejar os dias com a ajuda de aparelhos eletrônicos e qualquer pedaço de rotina que possa conservar. A família, americana até dizer chega, consiste de um marido carinhoso e três filhos, completamente diferentes entre si. A chegada da doença da matriarca desenterra problemas antigos e desencadeia uma série de conflitos na casa dos Howland.

(mais…)

Anúncios

Os Descendentes

Image and video hosting by TinyPic

Além de ter que lidar com o coma da esposa e uma decisão imobiliária capaz de afetar todo um país, Matt King (George Clooney) precisa aprender a manejar as duas filhas rebeldes. Os Descendentes, filme de Alexander Payne, é um ensaio sobre família e as adversidades da vida, das quais nem o mais belo dos cenários ajuda a escapar.

(mais…)

Previsões Oscar 2015

É hoje! A premiação mais importante do cinema acontece neste domingo, em Los Angeles. Confira abaixo as previsões do Rafiews para as principais categorias da noite:

Melhor Filme

image

A obra-prima de Richard Linklater coroará a temporada de afagos da crítica e prêmios em festivais ao redor do mundo com a estatueta mais importante da noite. Birdman pode surpreender, mas, caso o faça, será uma pena. Um marco na história do cinema, Boyhood é o rei da noite.

Quem leva: Boyhood

Quem deveria levar: Boyhood

(mais…)

Sniper Americano

Image and video hosting by TinyPic

Do cano da arma de Chris Kyle, saíram as balas responsáveis por matar cerca de cento e sessenta pessoas, tornando-o o franco atirador mais letal da história do exército americano. A lenda, como ficou conhecido na força de operações especiais da Marinha dos Estados Unidos, narrou suas memórias no livro Sniper Americano, levado às telas por Clint Eastwood.

(mais…)

Invencível

image

  • Ano de Lançamento: 2015
  • País: Estados Unidos
  • Língua: Inglês
  • Título Original: “Unbroken”
  • Diretor:  Angelina Jolie
  • Avaliação: A arbez

História real. Segunda Guerra Mundial. Soldado. Atleta. Bom moço. A segunda empreitada de Angelina Jolie na direção colocou no liquidificador todos os ingredientes necessários para conquistar os júris (e a Academia).

Invencível conta a história de Louis Zamperini (Jack O’Connell), sobrevivente de guerra e atleta olímpico. Louis passou quase cinquenta dias à deriva após a queda de uma avião de combate e foi resgatado pelos inimigos japoneses, tomado refém e mantido em condições sub-humanas.

Os primeiros minutos são eletrizantes. A tensão crescente em meio a  um campo – aéreo – de batalha domina a tela. A expectativa é atenuada por um início promissor, mas, daí pra frente caímos em queda livre, arrastados por uma narrativa incapaz de segurar a atenção do espectador.

Zamperini enfrenta bombardeios, dias em mar aberto, fome, queimaduras… A trajetória do atleta é composta por episódios de angústia e incerteza, elementos que se esvaem na abordagem rasa e quase calculada de Jolie. O filme se arrasta durante mais de duas horas, sem explorar o potencial da história e dos personagens.

O roteiro, co-assinado pelos irmãos Coen, William Nicholson e Richard LaGravenese, transforma o inesperado em previsível. A trama não se demora em questões como a relação do protagonista com a família, e o contraste entre as personalidades do atleta e dos companheiros de exército que dividiram com ele um pequeno bote por quase dois meses. Até mesmo a forte figura do inimigo é limitada a bordões inexpressivos e traços caricatos.

Jack O’Connell tenta, mas não consegue causar grande impacto. Tão morno quanto a narrativa, o ator não captura a essência do personagem principal. O restante do elenco segue o mesmo caminho, sem entregar nenhuma performance memorável. Domhnall Gleeson tem bons momentos, mas é mal aproveitado, e fica preso aos limites do papel. 

Jolie convocou um time de primeiro escalão para a produção de Invencível. A trilha sonora é de Alexandre Desplat (que concorre duas vezes ao Oscar 2015), a direção de fotografia é de Roger Deakings e o roteiro está nas mãos de um grupo de escritores consagrados. Excelente escalação, mas, a gente bem sabe que até time favorito pode perder de 7×1.